Un ano máis grupos de teatro de toda Galiza participan en ‘Móstrate’

16/07/2008 at 18:12 1 comentario

A Mostra de Teatro Afeccionado do Condado, Móstrate, chega este ano á súa VII edición, traendo novamente grupos de teatro afeccionado de toda Galiza á Carballeira das Fraguiñas, en Fornelos, Salvaterra de Miño.
A mostra pretende achegar o teatro afeccionado galego ao público en xeral, cunha actividade ao aire libre, con entrada libre e de balde que se pode considerar única en Galiza.
Este ano a mostra decorrerá entre os días 23 e 26 de Xullo, con todas as actuacións ás 22:30h e con grupos de Vigo, Narón, Coruña e Moaña.
A Asociación Cultural Solpor de Fornelos convida a todos os veciños da comarca a participar neste certame, que tras sete anos de experiencia, segue a atraer público ata á carballeira das Fraguiñas.  Os participantes poderán gozar do teatro ao aire libre e do arte das compañías galegas que, ano tras ano, conquistan ao público.
Polo escenario da carballeira das Fraguiñas xa pasaron
grupos de todas as provincias
galegas, con obras que colleitaron grande éxito entre o público. Tamén viñeron á mostra diversos números para os máis pequenos.
A organización conta ademais cun blog, onde infor-
marse sobre as últimas
novidades sobre a Mostra: http://www.blogoteca.com/mostrate

PROGRAMA
Mércores 23,
ás 22:30h:
Tarantela Teatro,
de Vigo, coa obra:
Vostede ten ollos de muller fatal

Xoves 24,
ás 22:30h:
Aturuxo de Melpómene, de Narón, coa obra:
Cometa, cometa, …
Venres 25,
ás 22:30h:
Sal-Monela Teatro,
de A Coruña, coa obra:
A cea dos idiotas

Sábado 26,
ás 22:30h:
Avresno Teatro, de Moaña, coa obra:
Historias íntimas do paraíso

Entry filed under: Salvaterra.

Pedro e Marcos Burgo fanse co Rallye Sur do Condado Debrúzate descubre o castro de Troña no último roteiro da tempada

1 comentario Add your own

  • 1. ManoelGalego  |  17/07/2008 ás 04:19

    Saiba porque o idioma galego é português

    1ª Porque portugueses e galegos têm a mesma origem humana?

    O Reino da Galiza tinha um povo com origem comum com idioma próprio desde o século IX e correspondia aos territórios que hoje fazem parte a Galiza, províncias vizinhas galegofalantes e Portugal até ao rio Tejo. A cidade de Santarém era o território a sul do Reino da Galiza onde começavam o Reino muçulmano.

    2ª Qual o motivo da independência da Galiza a sul do rio Minho e a criação de Portugal?

    Na época o Reino da Galiza era dependente do Reino de Leão Afonso VI e este entregou o governo das terras galegas a sul do rio Minho ao primo do Rei da Galiza Conde D. Henrique, criando assim o Condado Portucalense separando-o do Reino da Galiza, para prestar vassalagem directamente ao Reino de Leão, o que provocou um grande descontentamento entre a nobreza galega.
    Os galegos a sul do rio Minho não se queriam separar dos do norte para dependerem directamente do Rei de Leão. O cidadão galego D. Afonso Henriques apoiado pela nobreza galega revoltou-se e nascia, em 1139, o Reino de Portugal e a sua primeira dinastia, com o Rei Afonso I de Portugal (D. Afonso Henriques). Só a 5 de Outubro de 1143 é reconhecida a independência de Portugal pelo rei Afonso VII de Leão e Castela, noTratado de Zamora, assinando-se a paz definitiva.

    3ª Como a sul do rio Tejo a população tem origem galega se nunca foi território do Reino da Galiza?

    Os galegos do sul do rio Minho comandados pelo cidadão galego D. Afonso Henriques primeiro Rei e fundador de Portugal conquistaram aos muçulmanos todos os territórios a sul do rio Tejo que fazem parte do Portugal de hoje. Após as conquistas esses territórios foram povoados por galegos. Mais tarde as ilhas dos Açores e Madeira foram descobertas desabitadas e foram povoadas por portugueses que na verdade são galegos que mudaram de nome após a independência.

    4ª Porque o idioma que os portugueses falam é conhecido por português e não por galego?

    O idioma galego teve setecentos anos comuns a Portugal e Galiza de existência oficial como língua culta e plena, mas as derrotas que os nobres galegos sofreram ao tomar partido pelos bandos perdedores nas guerras pelo poder em finais do século XIV e princípios do XV provoca a assimilação da nobreza galega e a dominação castelhana, levando à opressão e ao desaparecimento público, oficial, literário e religioso da língua até finais do século XIX na Galiza. São os chamados “Séculos Escuros”. O galego em Portugal, por seu lado, durante este período gozou de protecção e desenvolvimento livre, graças ao facto de Portugal ter sido o único território peninsular que ficou fora do domínio linguístico do castelhano. Após a criação do Reino de Portugal o galego começou a ser chamado de galaico-português ou galego-português. Durante os “Séculos Escuros” de opressão castelhana o idioma galego foi extinto oficialmente na Galiza e imposto a castelhano. Só nos meios rurais e familiares continuou a ser falado. Os galegos foram desalbefabetizados no seu idioma materno e bombardeados com o castelhano. Pelo contrário os portugueses durante esses séculos tiveram a maior expansão da sua História, a língua que falavam era a usada nas transações comerciais por toda a África oriental e ocidental, Brasil, Canadá atlântico, Índia e toda a Ásia incluíndo o Japão e China. O idioma que os portugueses falavam por todos os continentes era o galego-português, mas estava extinto na própria Pátria Galega por isso começou a ser olvidada a palavra galego restando só português como o nome do idioma.

    5ª Porque a RAG nos está a criar um novo idioma com norma escrita diferente se o galego com desenvolvimento livre foi conservado pelos portugueses?

    É uma questão meramente política. O receio que alguém ainda tem que a Galiza com um idioma de valor internacional se torne independente. O português/galego é o idioma oficial de 8 países, na União Africana, no Mercosul e na União Europeia. É a língua materna de mais de 300 milhões de pessoas de países de todos os continentes do mundo.

    O “portuñol” da RAG não tem qualquer futuro e é uma arma para destrocer e destruir o que resta do galego na Galiza. Na verdade o galego do século XXI é o português tudo o resto é política de destruição da nossa cultura e idioma materno.
    Veja estes filmes:
    http://br.youtube.com/watch?v=n-nRkJQsrDw

    http://br.youtube.com/watch?v=OYhq7FNL9kk

    http://br.youtube.com/watch?v=F_DJ4r48OHo

    http://br.youtube.com/watch?v=QQJSy1wP1s0

    http://br.youtube.com/watch?v=6UzwWh91UVc&feature=related

    http://br.youtube.com/watch?v=CqxHBpopyoU&feature=related

    http://br.youtube.com/watch?v=uTvVnW8tC3o&NR=1

    http://br.youtube.com/watch?v=7coYtbzojD8&feature=related

    http://br.youtube.com/watch?v=4N8z1fEmIUw&feature=related

    Resposta

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair /  Cambiar )

Google photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google. Sair /  Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair /  Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair /  Cambiar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categorías

Feeds


A %d blogueros les gusta esto: